Serviços

O Trabalho com Qualidade, Respeito ao Meio Ambiente e Segurança, Gera Progresso e Confiança. - Fabricio Angelis Pires

Diginane | Criação de Moda Slow

Criação de Moda Slow


O slow não é um conceito que vai e vem. Na moda, é um movimento sustentável, uma alternativa à produção em massa, que vem ganhando força e veio pra ficar. Foi criado pela inglesa Kate Fletcher, consultora e professora de design sustentável do britânico Centre for Sustainable Fashion, inspirado no movimento Slow Food. Assim como em relação à nossa alimentação, ele incentiva que a gente tenha mais consciência dos produtos que consumimos, retomando a conexão com a maneira em que eles são produzidos e valorizando a diversidade e a riqueza de nossas tradições.

Criamos novas a partir de peças já existentes. O famoso “Customização”. Acompanhe nosso antes e depois e saiba o que fazer com a quela peça que você não usa mais. Criamos também a partir de refugo de materiais, ou seja, lixo industrial.
Diginane | Oficinas Slow

Oficinas Slow


A moda slow representa todas as coisas “eco”, “ética” e “verdes” em um movimento unificado. Carl Honoré, autor do livro “In Praise of Slowness” (“Devagar”, na versão em português), diz que a “abordagem lenta” intervém como um processo revolucionário no mundo contemporâneo, pois incentiva a tomada de tempo para garantir uma produção de qualidade, pra dar valor ao produto e contemplar a conexão com o meio ambiente.

O objetivo das oficinas é compartilhar nosso conhecimento. Aqui ensinamos aos nossos alunos como colocar em prática, no seu dia a dia nossas práticas.
Diginane | Consultoria de Imagem Slow

Consultoria de Imagem Slow


A moda slow questiona a ênfase do fast fashion na imagem e no novo, no lugar da manutenção das roupas que já temos. Sugere então uma ruptura com esses valores e objetivos que são baseados apenas no crescimento. Incentiva um modo de pensar, agir e consumir com os clássicos “qualidade sobre quantidade” e “menos é mais” – além de resgatar o valor das roupas removendo a imagem da moda como algo descartável e o consumo como uma fonte (infinita e impossível) de superação de frustrações.

Na consultoria você recebe dicas e recomendações de como e quando usar seus looks reaproveitando as peças que você tem no seu guarda roupa.